This story is also available in: English Deutsch

O Thomas e o Tomislav são os nossos dois Toms favoritos. Juntos, eles formam os Quintessenz. Depois de leres esta entrevista, não vais conseguir titar a imagem destes dos professores um tanto loucos da tua cabeça. Ele usam a sua quinta essência para viajar no tempo. Das suas viagens, elez trazem o melhor e criam um trabalho de arte captivante que deixa nos deixa a sensação de plenitude e vivacidade. Apresentamos-te os Quintessenz!

quintessenz team
Quintessenz

Qual é o vosso nome?
Quintessenz (Thomas Granseuer & Tomislav Topic)?

Qual é o nome que sempre quiseram ter?
Quintessenz.

Onde estão baseados?
Em Hannover / Berlin.

O que devemos saber sobre a tua Arte?
Thomas: Eu penso, logo existo – Eu faço isso mesmo. Eu crio.
Tomislav: Se tudo não passa de uma projeção do nosso próprio ser, então tudo pode ser repensado reconfigurado.

O que é, para ti, a beleza?
Thomas: Todos os diferentes lugares que captam a minha atenção por um segundo. Se eles são escuros e sombrios ou brilhantes e coloridos, não importa. Todos têm algo especial, tudo pode ser bonito ou feio à sua própria maneira.
Tomislav: Os seres humanos honestos e positivos.

O que nunca ninguém deve saber sobre ti?
Thomas: Eu sou o professor louco do regresso ao futuro. Para tornar as coisas mais complicadas, o Tomislav também é o professor louco do regresso ao futuro mas num momento diferente. Ser artista é apenas um disfarce até conseguirmos desvendar o próprio tecido do espaço-tempo-contínuo e destruir todo o universo.
Tomislav: Já têm uma resposta a esta pergunta.

quintessenz installation
Quintessenz

Se fôssemos jantar a tua casa, o que cozinharias?
Thomas: Esparguete-gelado com molho de morango..
Tomislav: Eu faria uma bandeja de batata vegetal croata. Parece muito aborrecido mas é super super delicioso. Leva 1,5 horas ao forno. Pergunta aos meus amigos, nunca ninguém se queixou deste prato. Tão simples!

Quando foi a última vez que tentaste algo novo e o que foi?
Thomas: Hoje, amanhã e ontem…Eu acho que tinha algo a ver com cores.
Tomislav: Os Quintessenz são a minha vida. Quase todos os dias tentamos explorar algo novo. Algo que satisfaz a nossa fome. E outra coisa nova é que eu comprei um novo colchão. Dormi 3 anos num muito fino e de baixa qualidade e por isso as minhas costas doiam todos os dias de manhã. Eu achava que era normal na minha idade. Desde que comprei este colchão de gel, durmo como um bébé e passo quase cada minuto em casa a disfrutar dele. Nas primeiras noites, acordava depois de três horas a meio da noite e sentia-me em forma, mesmo assim.

Descreve-te em três palavras.
Thomas: Humano, Arte, híbrido (Humarthybrid)
Tomislav: Feliz, inocente e com fome.

A quem ligas com mais frequência?
Thomas: À minha mãe.
Tomislav: À minha alma gémea Thomas. Ele sempre faz um esforço com o telemóvel, mas atende muito raramente. Eu ligo-lhe ainda mais vezes nos meus pensamentos.

Qual é o teu próximo destino de viagem e porquê?
Thomas: 11 de junho de 1985, mas não posso dizer porquê …
Tomislav: Vai ser uma viagem para Elche / Valencia. Um bom amigo vai-se casar lá. Eu quero viajar no nosso Quintessenz transporte até lá. Com imensas cores na bagagem.

Como notaste que cresceste?
Thomas: Crescer?
Tomislav: Na verdade, não me apercebi até agora. Honestamente, não me sinto muito crescido. Ponham uma câmara escondida, enquanto o Thomas e eu trabalhamos e podem ver…

Doce ou salgado? Porquê?
Thomas: Doce e salgado – Adoro contrastes!
Tomislav: Salgado e picante. Doce faz-me sentir estranho. E salgado… whisky azedo é impressionante 😉

Em que és mau?
Thomas: A cantar “Atemlos” da Helene Fischer  no karaoke… mas faço-o de qualquer maneira.
Tomislav: A fazer coisas do dia-a-dia. Por exemplo, durante três meses andei numa bicicleta cuja corrente saltava pelo menos 2 vezes em cada viagem. Arranjar o corrente levaria cinco minutos, mas não… Bem, talvez amanhã.

De que estás orgulhoso?
Thomas: De trabalhar em conjunto com o meu amigo e tripulante para criar mundos coloridos:
One Love – Tomislav Topic.
Tomislav: Honestamente, da vida que eu sempre quis ter e partilhar esse sentimento com o meu amigo e alma gémea Thomas. De ser o meu próprio patrão, ser criativo, viajar e conhecer novas pessoas que partilham os mesmos sonhos que eu. Isso faz-me sentir feliz e orgulhoso.

Quem é o teu herói?
Thomas: Da minha filha – A pequena Ninja Nikita.
Tomislav: Do meu pai. Ele veio para a Alemanha quando tinha 17 anos de idade, com 50 dólares nos bolsos. Não sabia uma palavra de alemão e começou a partir de zero. Isto foi no final dos anos sessenta, numa altura em o mundo não era tão multicultural como hoje – ainda mais numa pequena aldeia onde ele desembarcou. Ele conheceu a minha mãe, contruiu uma família e uma casa com as suas próprias mãos quando tinha a minha idade (30). Ele deve ter tido um monte de energia e força de vontade para conseguir tudo o que fez. Por esta razão, ele é o meu herói.

MAIS SOBRE OS QUINTESSENZ